sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Modelo de Cobrança Contra Transportadora Dano em Produto

EXCELENTÍSSIMA SENHORA DOUTORA JUÍZA DE DIREITO DO JUIZADO ESPECIAL CIVEL DA COMARCA DE POMERODE-SC.

SAL PARADISE, brasileira, CPF nº 0, residente na rua Rua, nº 1, bairro Ribeirão Souto, Pomerode-SC, vem a presença de Vossa Excelência propor a presente 

AÇÃO COM VALOR INFERIOR A 20 SALÁRIOS MÍNIMOS, com fulcro na Lei 9.099/95, contra 

CASSADY TRANSPORTES LTDA, pessoa juídica de direito privado, inscrita no CNPJ nº 0, situada na rodovia BR 101, Km 1, nº 1, galpão 1, bairro Cordeiros, CEP 1, Itajaí-SC pelas seguintes razões:

1. A reclamante efetuou a compra de uma TV LCD de 37’ através pela internet da Shoptime, em 31/03/2009.
2. Em 18 de setembro do mesmo ano, a televisão apresentou problemas, razão pela qual foi encaminhada para a assistência, de onde retornou com um defeito mais grave.
3. A caixa na qual estava a televisão apresentava rasgos, que, pela profundidade, acabou por atingir o aparelho, causando a ele danos, conforme fotos anexas, denunciando um possível dano causado no transporte.
4. A reclamada se manifestou no sentido de não acionar o seguro, tendo em vista que a entrega ocorreu em em 21/11/2008 e a reclamanção somente foi feita no dia 09/12/2008.
5. Isto ocorreu, tendo em vista que na semana seguinte a entrega, ocorreu a catastrofe climática, que deixou a residência da reclamante sem energia por uma semana.
6. Em contato com o técnico, que faria a instalação da televisão, este informou que somente poderia atender a reclamante em 06/12/2008, dia em que a televisão foi retirada da caixa e data em que foi constatado estrago feito no aparelho.
7. Mesmo procurando o PROCON desta cidade, a reclamante não obteve êxito no seu intento de ver solucionado o seu problema, razão pela qual resolveu se socorrer das vias judiciais.

8. DIANTE DO EXPOSTO requer:
a) a citação da requerida, por “AR-MP”, para que compareça à audiência a ser designada por Vossa Excelência, onde poderá oferecer contestação, querendo, sob pena de considerar-se verdadeiros os fatos argüidos.
b) Requer a produção de todos o tipos de provas admitidas em direito, para provar tudo o que foi alegado.
c) Ao final seja a ação julgada procedente condenando a reclamada para ressarcir a reclamante o valor da televisão, conforme nota que segue em anexo.
d) 5. Dá à causa o valor de R$ 2.499,00 (dois mil, quatrocentos e noventa e nove reais).

Termos em que, respeitosamente, pede e aguarda deferimento. 

Pomerode, 13 de agosto de 2009.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seguidores

Total de visualizações de página

  ©Direito Atualizado Blog - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo